Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 13/07/2018 6h11

    Varejo de SC tem pior queda do país em maio, aponta pesquisa do IBGE

    Foto: Patrick Rodrigues /Jornal de Santa Catarina

    O volume de vendas do varejo catarinense caiu 4,2% em maio em relação ao mês anterior - a pior queda do país, ao lado de Rondônia que teve o mesmo índice. Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio, divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE. Essa é a pior queda do setor em SC desde julho de 2015, quando o decréscimo foi de 4,6%. No país, as vendas caíram 0,6%.

    Nesta passagem de abril para maio de 2018, as vendas no recuaram em 15 das 27 Unidades da Federação. Os Estados que se destacaram foram Amazonas (6%) e Roraima (3,2%), que registraram os maiores aumentos nas vendas nessa comparação. 

    A queda foi acentuada, segundo especialistas e o próprio IBGE, principalmente pela greve dos caminhoneiros. A falta de combustíveis e elevação dos preços do produto foram fatores que impactaram o desempenho do setor, assim como atrasos na entrega de itens, como móveis. 

    Frente a maio de 2017, o comércio varejista registrou aumento no volume de vendas em 20 dos 27 estados. Em SC, as vendas subiram 6,1%, acima do registrado no país (2,7%).

    Seis das oito atividades do comércio varejista pesquisadas tiveram queda em SC nesta comparação. Um deles, o de combustíveis e lubrificantes, teve queda de 7,7%. Já hipermercados e supermercados teve o maior aumento em SC: 19,6%. 

    Ouça as informações com Karine Wenzel, do Diário Catarinense: 

    CBN Diário