Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 12/12/2018 14h02

    Tribunal de Justiça de Santa Catarina tem produtividade 11% superior em 2018

    Dados são obtidos após comparação com 2017. Hoje, 3,5 milhões de processos tramitam em 1º grau.

    Foto: Glaicon Covre /Agencia RBS

    Em 2018, foram julgados em  Santa Catarina mais processos do que o volume de ações que ingressaram no Tribunal de Justiça do estado, informou na manhã desta quarta-feira o presidente do TJ, desembargador Rodrigo Collaço, durante o Dia de Prestação de Contas do Poder Judiciário Catarinense. Essa é primeira vez nos últimos 10 anos que o judiciário do Estado consegue atingir esse nível de produtividade. 

    Transparência

    Conforme Collaço, ingressaram 135,5 mil novas demandas e foram julgados 141,8 mil. Outras 100 mil ficaram pendentes. Ainda assim, a produtividade do tribunal foi 11% superior ao mesmo período do ano passado. 

    — O esforço dos desembargadores, a conscientização sobre a necessidade de prestar um bom serviço. O tribunal também aumentou, pessoas jovens ingressaram com muita garra. No primeiro grau, a gente teve um aumento expressivo do número de julgamentos. (..) Trabalhamos no sentido da transparência e da utilização de métodos que nos ajudam a melhorar o trabalho -  explicou. 

    Outros fatores

    De acordo com o Tribunal de Justiça, o ajustamento de órgãos colegiados também favoreceu este resultado, como a extinção da Câmara de Agravos, Câmara Civil Especial, que concentrava análise de liminares, e a criação de uma força-tarefa para dar vazão a esses processos. 

    Durante a conversa com os jornalistas, o desembargador afirmou que em Santa Catarina há um processo para cada dois habitantes e que a cada minuto, dois processos são ajuizados  no estado. 

    Busca de conciliação

    Em 2018, foram ajuizados 801,7 mil processos enquanto no ano anterior foram 677 mil, houve um acréscimo de 18%. 

    Collaço atribui esse número ao que chamou de cultura do litígio fomentada pela formação dos advogados no estado. e com isso destacou o esforço do tribunal no sentido da conciliação que resultou só este ano, durante a semana da conciliação em R$ 34 em milhões em valores acordados. 

    Atualmente, há 3,45 milhões de processos na Justiça de 1º grau, dos quais 2,66 milhões estão em tramitação. De janeiro a outubro deste ano, 83% das sentenças proferidas em Santa Catarina foram mantidas por tribunais superiores. Na avaliação do tribunal, esse índice representa mais segurança jurídica e indiretamente contribui para atrair novos investimentos e movimentar a economia. 
     

    CBN Diário