Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 01/11/2018 16h31

    Terceira pista da BR-101 sentido Norte vai fazer pedágio aumentar

    Projeto será encaminhado à ANTT até o começo da próxima semana. Se aprovado, obra deve começar em março de 2019.

    Foto: ministro da justiça,josé eduardo cardozo,posto,polícia federal,br-101,biguaçú /Agencia RBS

    A transformação do acostamento em uma terceira pista no sentido Norte da BR-101 na Grande Florianópolis vai fazer o pedágio custar mais caro para o motorista. A obra, que pode começar em março de 2019, depende da aprovação do projeto que será encaminhado à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) até o começo da próxima semana. A informação foi dada pelo diretor-superintendente da Arteris Litoral Sul, concessionária que administra a rodovia, André Bianchi, ao Direto da Redação 1ª Edição desta quinta-feira (31).

    Segundo ele, o valor da obra ainda não foi definido porque depende da revisão técnica e orçamentária do órgão federal sobre o projeto. Depois de iniciada, a construção da terceira pista nos moldes do que já existe no sentido Sul da rodovia entre os quilômetros 200 e 216, levaria um ano para ser concluída.

    A nova pista utilizará a área de acostamento do mesmo trecho, compreendendo os municípios de Palhoça, São José e Biguaçu, e exigirá alterações nos acessos da marginal para a pista principal e vice-versa. O superintendente não detalhou as mudanças.

    Como não faz parte do escopo do contrato de administração da rodovia, a construção da terceira pista vai impactar no valor do pedágio. Segundo Bianchi, o valor será "distribuído ao longo dos próximos anos de vigência do contrato de concessão" e será considerado para calcular o reajuste periódico aplicado às tarifas cobradas de quem usa a estrada.

    Ouça mais detalhes na reportagem:

    CBN Diário