Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 24/05/2018 14h19

    Sindicato dos policiais rodoviários apoia movimento dos caminhoneiros

    O Sindicato dos Policiais e Servidores da Polícia Rodoviária Federal no Estado de Santa Catarina (SINPRF/SC) manifestou, por meio de nota oficial, apoio ao movimento dos caminhoneiros. A entidade argumenta que os combustíveis já aumentaram 69% no atual governo. 

    Em entrevista ao Notícia na Manhã, o presidente do Sindicato, Paulo Sérgio Machado, defendeu o "movimento legítimo e pacífico" e disse que os policiais irão garantir a segurança de manifestantes e usuários das rodovia. A manifestação não significa, segundo ele, que policiais deixarão de atuar em caso de abusos ou crimes:

    - Se houver alguma manifestação que não seja pacífica, com certeza a atuação policial terá de acontecer. Impedir o direito de ir e vir de uma pessoa é com certeza um abuso e tem de ter intervenção da Polícia Rodoviária. Nosso apoio é a um movimento pacífico.

    Leia a nota oficial:

    O Sindicato dos Policiais e Servidores da Polícia Rodoviária Federal no Estado de Santa Catarina - SINPRF/SC vem através desta manifestar publicamente o apoio ao movimento dos caminhoneiros que se mobilizam para comprovar a necessidade de uma ampla demonstração do modelo de precificação dos combustíveis.

    No atual governo os combustíveis já tiveram aumento de 69%, fato este que prejudica imensamente a população brasileira.

    É urgente que o Governo reduza seus custos para que os investimentos públicos possam ser retomados, mas a conta não pode e não deve recair sobre a população.

    Os caminhoneiros, segmento de trabalhadores de extrema importância para o Brasil, que sofrem diretamente os impactos da majoração dos preços dos combustíveis e com altos preços dos pedágios, precisam ser ouvidos por toda a sociedade e principalmente pelo governo.

    O SINPRF-SC também se manifesta contra o aumento de impostos que o Governo Federal propõe como forma de diminuir os preços dos combustíveis, tendo em vista que o que a sociedade clama neste momento é a extinção da corrupção no país e não o aumento da carga tributária que irá prejudicar ainda mais aos trabalhadores que neste momento se encontram sem emprego, bem como, toda a sociedade.

    Valorizar os caminhoneiros e produzir políticas de aumento do emprego é primordial para o país neste momento.

     

    CBN Diário