Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 04/10/2016 11h58

    "Se com 100% dos funcionários já tem transtorno, imagina com 30%", diz diretor da Celesc sobre falta de energia

    Reunião durante a tarde com o sindicato pode por fim a greve da Celesc

    Foto: Marco Favero /Agência RBS

    Diretor comercial e de clientes da Celesc, Eduardo Cesconetto falou com a CBN Diário na manhã desta terça-feira sobre a tentativa de acordo com o sindicatos de trabalhadores para por fim a greve, que dura desde o início da última semana. Hoje, mais uma negociação ocorrerá entre as partes, dessa vez em reunião no Ministério Público do Trabalho, às 14h.

    "A empresa não vem evitando esforços para tentar resolver essa situação que não é boa para ninguém, nem para os nossos funcionários, nem para a empresa, nem para a população. O que foi discutido em reuniões anteriores foi que o movimento sindical garantiria um contingente de pelo menos 30% das ocorrências emergenciais enquanto a empresa não contrataria novos terceirizados para atenderem essas emergências" - explicou

    Sobre a falta de energia de muitos estabelecimentos e residências da capital, o diretor disse que está ciente, e atribui o alto número de ocorrências ao baixo número de funcionários em serviço:

    "No momento, na região de Florianópolis, estamos com 11 mil unidades sem energia. Estamos encaminhando isso para a promotoria hoje a tarde. Se a gente trabalha com 100% da equipe já gera um transtorno, imagina com 30%", disse Cesconetto.

    O diretor ainda orientou a população que enfrentar qualquer tipo de emergência relacionada à Celesc a ligar para o 08800-480-0196 - telefone de emergências da Celesc - ou a ligar para a ouvidoria da empresa para fazer reclamações oficialmente. Ouça a entrevista:

    CBN Diário