Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 21/11/2018 12h15

    São José quer novo sistema de coleta de lixo a partir de janeiro

    Proposta da prefeitura é contratar consórcio de empresas com dispensa de licitação pelos próximos 11 anos

    Foto: Charles Guerra /Agencia RBS

    Os moradores de São José podem começar o ano de 2019 com um novo consórcio operando a coleta de lixo. Hoje os resíduos sólidos gerados na cidade são recolhidos por duas empresas - a Proactiva e a Ambiental - contratadas em caráter emergencial desde 2007, quando a concessão explorada por elas foi revogada pelo ex-prefeito Djalma Berger.

    Segundo a atual chefe do executivo municipal, Adeliana Dal Pont (PSD), o modelo atual impede que a prefeitura cobre melhorias no serviço prestado como a ampliação da coleta seletiva e ajustes nos roteiros, por exemplo. 

    — Há 11 ações na justiça que as empresas moveram contra a prefeitura. Elas somam R$ 70 milhões que deverão ser pagos por nós caso sejamos condenados em alguma delas. A nossa ideia para não correr esse risco é contratar as mesmas empresas por meio de dispensa de licitação, já que não podemos licitar um novo prestador desse serviço, reativando a concessão. Essa é a única forma de por fim a esse imbróglio - afirma Dal Pont.

    Para que a alteração entre em vigor, a prefeitura deve encaminhar um projeto à Câmara de Vereadores. Depois de aprovado, é preciso que o acordo seja formalizado no Tribunal de Justiça e as empresas desistam das ações que movem contra a municipalidade.

    Uma audiência pública ocorreu na última segunda-feira (19) na Câmara de Vereadores.

    Ouça a reportagem:

    CBN Diário