Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 13/12/2018 10h15

    Santa Catarina tem 31 municípios em situação de alerta ou risco para dengue, zika e chikungunya

    Foto: Diorgenes Pandini /Agencia RBS

    Em Santa Catarina, 31 cidades estão em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya. Os dados são do novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2018, divulgado pelo Ministério da Saúde. 

    Ao todo, são 28 cidades em alerta e três em risco de surto das doenças - Águas de Chapecó, Palmitos e Quilombo, que ficam no Oeste do estado. Outras 43 estão em situação satisfatória. Já 194 municípios utilizaram armadilha, método utilizado quando a infestação do mosquito é muito baixa ou inexistente. 

    De acordo com o levantamento, Florianópolis está em situação satisfatória. Em Santa Catarina, a maior parte dos criadouros do mosquito foi encontrada em depósitos de lixo (249), seguida de depósitos domiciliares (239) e na água (92). 

    Até o início do mês, o país registrou mais de 241 mil ocorrências de dengue e 142 mortes. Também foram notificados cerca de 84 mil casos de chikungunya e 35 óbitos neste ano. Os casos de zika superam os 8 mil no Brasil. Quatro pacientes morreram após contraírem o vírus em 2018. 

    CBN Diário