Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 14/03/2017 19h02

    Rodrigo Faraco: Sindicato dos árbitros contesta "Comissão Independente" no Catarinense

    Colunista fala sobre o projeto que surgiu na reunião entre os clubes

    O Sindicato dos Árbitros do Futebol de Santa Catarina encaminhou, nesta segunda-feira, um ofício, assinado pelo presidente em Exercício, Hélio Prado, ao presidente da Associação de Clubes, Luiz Henrique Martins Ribeiro, em que contesta a formação da "Comissão Independente" de avaliação da arbitragem no returno do estadual.

    Na última sexta-feira, trouxe em primeira mão a notícia da formação desta comissão, numa iniciativa dos clubes, descontentes com as atuações dos árbitros na primeira fase do estadual. O argumento do Sindicato agora, na contestação, diz respeito à capacidade e atualização deste ex-árbitros para exercer a função de avaliadores. Segundo a nota - que elogia iniciativas que têm o objetivo de melhorar a arbitragem – "no último ano, a Bord fez a maior alteração de regras da sua história. Cerca de 10 mil palavras foram retiradas para que o texto ficasse mais claro e objetivo".

    É com base nisto que o Sindicato contesta a capacidade do ex-árbitros, mais ou menos na linha do "estariam estes avaliadores também atualizados?". E questiona "se eles passarão por avaliações teóricas que comprovem sua capacidade técnica atual". 

    Como se percebe, o returno começa quente na questão arbitragem. Dentro de campo, muita reclamação em Tubarão, com declarações fortes do presidente contra o árbitro William Steffen. Fora de campo, uma espécie de queda de braço em torno das avaliações que vão ser feitas, oficiais ou independentes.

    Leia abaixo a nota enviada pelo Sindicato dos Árbitros de Futebol de SC

    Foto: Reprodução / Divulgação
    Foto: Reprodução / Divulgação

    Ouça a entrevista do presidente da Associação dos Clubes de SC no programa CBN Diário Esportes na íntegra:

    Hora de Santa Catarina