Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 20/12/2016 9h54

    Rodrigo Faraco: CBF atravessa dia da volta da Chapecoense

    Na opinião do colunista, a  CBF deveria rever a data.

    Foto: VANDERLEI ALMEIDA /AFP

    A Confederação Brasileira de Futebol quis ajudar, mas vai acabar atrapalhando. Confirmou nesta segunda o amistoso contra a Colômbia — que vai ter a renda revertida para as vítimas da tragédia da Chape — para o dia 25 de janeiro, no Engenhão.

    Acontece que o dia 25 — desde a divulgação da tabela da Primeira Liga — já um dia especial, porque marca o retorno oficial da Chapecoense aos gramados. É o dia de Chapecoense X Joinville, na Arena Condá, na primeira rodada da Liga. É o primeiro jogo da Chape depois de tudo que aconteceu. E certamente vai ser uma partida para os olhos do mundo. Todos vão querer ver o retorno do time que praticamente deixou de existir e teve que se remontar depois do que houve na Colômbia. O jogo da CBF vai acabar ficando em segundo plano. E se a intenção é realmente fazer um jogo dedicado à Chapecoense, a CBF deveria rever a data.

     

    Hora de Santa Catarina