Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 17/02/2017 15h33

    Projeto inédito no país dará desconto de 60% para instalar painéis solares em casas de Santa Catarina

    Cadastro será aberto na próxima segunda-feira para contemplar mil consumidores, através da iniciativa da Celesc com a empresa Engie

    Representantes da Celesc e da Engie Brasil anunciaram a abertura do cadastro, que deverá ser feito através do site

    Foto: Leandro Lessa /Rádio CBN Diário

    A partir de segunda-feira (20), um cadastro será aberto para um projeto que vai proporcionar a oportunidade de aumentar o número de casas com sistemas fotovoltaicos em Santa Catarina. A iniciativa inédita no país possibilitará que mil proprietários de residências consigam adquirir painéis para a captação de energia solar com desconto de 60%. 

    A Celesc, concessionária de energia elétrica no estado, vai subsidiar a maior parte do custo atual praticado no mercado. Os outros 40% serão desembolsados pelo consumidor aprovado no projeto, num valor de R$ 6,7 mil. Qualquer cliente residencial da concessionária com as contas de luz em dia poderá participar do cadastro. 

    A instalação dos equipamentos será por ordem de cadastramento, porém os interessados precisarão atender os requisitos necessários (a lista completa está no site). Segundo a concessionária catarinense, a economia por ano na conta de energia poderá chegar a R$ 2 mil, o que significa que o investimento individual será recuperado em pouco mais de três anos.

    — Entendemos que o custo seja ainda um pouco alto, mas o payback de um projeto como este já foi de 20 anos. Sem o nosso bônus, ele ficaria entre sete e oito anos - explica Cleverson Siewert, presidente da Celesc Distribuição. 

    A Engie (ex-Tractebel Energia), empresa vencedora da licitação, será responsável pelo processo de instalações dentro do projeto. Atualmente no Brasil, existem apenas oito mil pontos com os painéis fotovoltaicos — longe de números alcançados por Alemanha e China, que ocupam posições de destaque na lista de países que mais captam a energia solar, considerada uma fonte de energia limpa. 

    — Santa Catarina será pioneira neste sistema. Se pensarmos um pouco mais à frente, em até 30 anos, não há dúvidas de que a energia solar será a principal fonte de geração no país - declara Rodolfo Sousa Pinto, CEO da Engie Solar. 

    O cadastro para o Projeto Bônus Fotovoltaico será aberto pela internet a partir de 10h desta segunda-feira. O investimento total do projeto é de R$ 17 milhões. A instalação dos mil sistemas fotovoltaicos está prevista para ser realizada em doze meses.

    Ouça o boletim de Leandro Lessa sobre esse projeto inédito da Celesc:

    CBN Diário
     
    Comentários