Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 27/09/2016 18h20

    Presidente do Figueirense está tranquilo com arbitragem no jogo contra o Internacional

    Árbitro escalado não tem experiência em jogos pela Série A

    Foto: Luiz Henrique /Figueirense

    Todas as atenções no Figueirense estão voltadas para o jogo contra o Internacional no próximo sábado, em Porto Alegre. Um dos motivos é a escalação pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) do árbitro cearense Luiz César de Oliveira Magalhães, que não tem experiência em partidas da Série A. O jogo disputado na luta contra o rebaixamento e dentro do Beira Rio são ingredientes que colocam ainda mais pressão na arbitragem. 

    O presidente do Figueirense, Wilfredo Brillinger, garante que está tranquilo com relação ao juiz:

    - A CBF coloca vários árbitros no sorteio, alguns com experiência e outros não. Esse é o critério hoje, por isso vemos jogos importantes com árbitros não tão experientes - explica Wilfredo.

    O presidente alvinegro conta que assistiu ao jogo que Luiz César de Oliveira Magalhães apitou entre Paysandu e Bragantino e gostou da atuação. A única ressalva de Wilfredo é com relação a pressão dentro do Beira Rio. 

    -Espero que ele não se deixe levar pela pressão da torcida e dos jogadores, que saiba apitar com imparcialidade e dentro das regras do futebol - comenta.

    Diário Catarinense