Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 06/12/2018 10h33

    Operação da Polícia Federal para combater fraude no INSS cumpre mandado em Bombinhas (SC)

    A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação na manhã desta quinta-feira (6) para desarticular uma organização criminosa que fraudou benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em, pelo menos, R$ 2 milhões. 

    Há seis mandados de busca e apreensão, sendo cumpridos no Paraná, além de uma ação em Bombinhas, no Litoral Norte de SC. A operação foi batizada de "Crotalus". 

    A investigação teve início em 2017, quando um caso de benefício previdenciário de pensão por morte levantou suspeitas, em que a esposa falecida e o viúvo beneficiário não existiam. 

    Após diligências, constatou-se a existência de um sistema de criação de pessoas físicas e jurídicas fictícias, falsificação de documentos públicos, abertura de contas bancárias, entre outras práticas criminosas. 

    Ao todo, foram quatro benefícios indevidos recebidos, por volta de 2008 e 2009. Com a operação, foram suspensos os benefícios obtidos com a fraude. 

    Operação no RS 

    Em outra operação na manhã desta quinta, o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul apura contra uma organização criminosa que teria desviado milhões de reais da saúde de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre.

    Estão sendo cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e 70 mandados de busca e apreensão em cinco estados: além do RS, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pará e Santa Catarina (na cidade de Balneário Camboriú). 

    Ouça as informações: 

    CBN Diário