Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 14/03/2018 6h37

    Morte de Bebeto de Freitas abala Atlético na véspera do jogo contra o Figueirense

    Ex-jogador e ex-técnico da Seleção Brasileira de vôlei, diretor do Galo faleceu nesta terça-feira

    Foto: Bruno Cantini/Atletico-MG /Divulgação

    A morte do diretor de administração e controle Bebeto de Freitas acabou com o clima festivo do evento de lançamento do novo time de futebol americano do Atlético Mineiro. O dirigente de 68 anos sofreu uma parada cardíaca nesta terça-feira no centro de treinamento do clube, a Cidade do Galo, foi atendido e morreu no local. O clube decretou luto oficial de três dias e o último treino antes do jogo contra o Figueirense foi cancelado.

    Bebeto de Freitas participava de evento nesta terça-feira na Cidade do Galo. Após conceder entrevista coletiva por cerca de 15 minutos foi ao hotel onde o time se concentra no próprio centro de treinamento. Instantes depois chegou à sala de imprensa a notícia de que ele passava mal, seguida da chegada de ambulâncias e um helicóptero. Bastaram mais alguns minutos para a nova informação ser ainda pior: Bebeto morreu.

    Ex-jogador e treinador de vôlei, Bebeto de Freitas deixa o esporte brasileiro de luto. Ele foi técnico da "geração de prata" do Brasil nos Jogos Olímpicos de 1984, realizados em Los Angeles. Comandou craques como Renan, Bernard, William, Xandó, Amauri e Montanaro. Ex-presidente do Botafogo, o profissional estava em sua terceira passagem pelo Atlético Mineiro após convite do presidente Sérgio Sette Câmara.

    CBN Diário