Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 10/01/2018 8h50

    Moacir Pereira: Saída do secretário Nelson Serpa deflagra transição de Colombo para Pinho Moreira

    A transição do governo Raimundo Colombo, do PSD, para Eduardo Moreira, do PMDB, na prática, começa hoje. O secretário Nelson Serpa entra de férias a partir desta quarta-feira, com retorno previsto para o dia 31 de janeiro, mas já comunicou ao governador que não volta mais ao cargo.

    Assumiu interinamente em seu lugar o secretário adjunto Luciano Veloso Lima, que será efetivado em fevereiro, como já definido pelo vice-governador.

    Antes de deixar o cargo, Nelson Serpa confirmou a nomeação de um grupo de trabalho que vai tratar da extinção do autarquia estadual porto de São Francisco do Sul, aprovada por lei da Assembleia, e a criação de uma Sociedade de Propósito Específico, nos moldes do que já ocorre com o porto de Imbituba, no sul do Estado.

    Em fevereiro, os deputados estaduais que ocupam várias secretarias de Estado deverão retornar à Assembleia Legislativa, se for concretizado o plano de Eduardo Moreira. 

    Outras secretarias e cargos no segundo escalão também terão novos titulares. Mudanças estão confirmadas nas Secretarias da Fazenda, com a volta de Renato Lacerda a um cargo técnico, no Planejamento, com a saída de Murilo Flores, candidato à Câmara Federal pelo PSB socialista, e na presidência da Casan, com a substituição de Valter Galina, que vai concorrer a deputado estadual pelo PMDB. Na Secretaria de Infraestrutura, o nome definido é do engenheiro Paulo França, do PMDB.

    O Legislativo inicia os trabalhos no dia 1º de fevereiro, mas a mudança de comando deve ocorrer somente no dia 6 de fevereiro, quando o governador Raimundo Colombo fará a tradicional leitura da mensagem anual.

    A transição e os novos titulares das secretarias e cargos públicos estaduais estão sendo negociados. Há mais especulação do que definições.

    Ouça na íntegra o comentário de Moacir Pereira para a CBN Diário:

    CBN Diário