Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 28/03/2018 12h13

    Marquinhos descarta ajudar o Figueirense: "Se tiver um pênalti, vou chutar para fora!"

    Após suspensão, meia volta ao Avaí contra o Brusque, nesta quarta-feira

    Meia disputa seus últimos jogos pelos Campeonato Catarinense

    Foto: Cristiano Estrela /Diário Catarinense

    O meia Marquinhos volta ao time do Avaí no jogo desta quarta-feira contra o Brusque, pela penúltima rodada do Estadual, às 21h45min, na Ressacada. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, ao ser perguntado sobre a possibilidade de o Avaí ser o fiel da balança para decidir o local da final entre Chapecoense e Figueirense, o ídolo respondeu ao seu estilo: "(Risos) Não (vamos entregar)! Mas se tiver um pênalti, eu vou chutar para fora".

    Se o Figueirense vencer a Chapecoense nesta quarta, a distância entre os dois finalistas cai para um ponto. Assim, na última rodada, o alvinegro teria de vencer o Concórdia e torcer para a Chape não derrotar o Avaí para trazer a decisão para o Orlando Scarpelli. 

    Marquinhos ficou de fora das quatro últimas partidas, as duas últimas para cumprir metade da pena imposta pela confusão no clássico. Pela agressão ao volante Pereira, do Figueirense, o Galego pegou quatro jogos de suspensão, já cumpriu duas partidas e agora está liberado, já que o advogados do Avaí conseguiram o efeito suspensivo. Sobre a pena que levou, Marquinhos disse que errou e que está pagando por isso. "A partir do momento que comete erro, tem que ser punido. Então, já foi pago pela metade. Tive o efeito suspensivo para jogar. Todo mundo usa e usamos. Página virada e tentar não repetir os erros do passado", comentou o meia.

    Como vai se aposentar no fim do ano, Marquinhos se despede do Campeonato Catarinense nesta semana. "Meu primeiro jogo como profissional foi contra a Chapecoense, em Chapecó, e o meu último será na próxima semana. Eu não quero encerrar minha história no estadual com duas derrotas. Daqui a pouco chega a final do Catarinense e do Brasileiro. No final da Série B a emoção é mais forte. Mas tranquilo. A gente planejou isso. Espero terminar a Série B com chave de ouro e com o Avaí na elite". 

    Ouça a coletiva do meia Marquinhos

    CBN Diário