Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 19/03/2019 13h12

    Imagens da confusão entre vereadores do MDB serão encaminhadas ao setor jurídico, diz presidente da Câmara Municipal de São José

    Veja os vídeos com a sessão suspensa e a troca de empurrões entre Antônio Lemos e Sanderson de Jesus

    Foto: Facebook /Reprodução

    Na data do aniversário de 269 anos de São José, o assunto acabou sendo a discussão ocorrida na Câmara de Vereadores do município, no dia anterior. Uma discussão entre dois representantes do MDB, Antônio Lemos e Sanderson de Jesus, chegou a ter empurrões, o que levou a colegas da Casa intervirem para contê-los e a sessão ordinária ser suspensa nesta segunda-feira (18). 

    – A presidência, com as imagens e tudo o que ocorreu, já encaminhou ao setor jurídico da Câmara para que analise para tomar as providencias cabíveis. Vamos dar o encaminhamento legal que o caso requer e continuar o trabalho – disse o presidente da Câmara de Vereadores de São José, Michel Schlemper (MDB), sem antecipar quais punições os dois vereadores estão passíveis de sofrer com a confusão. 

    Ouça a entrevista ao repórter Mateus Boaventura: 

    Ao subir na tribuna, Lemos reclamou de uma nota publicada na edição do fim de semana do Diário Catarinense, dentro da coluna do jornalista Anderson Silva, sobre a rejeição em dois anos consecutivos para conceder o título de cidadão honorário ao presidente do Observatório Nacional de São José, Jaime Luiz Klein, em homenagem que havia sido proposta pelo vereador emedebista. 

    Durante o pronunciamento, Antônio Lemos alegou que existia mentiras na informação repassada à coluna pela assessoria da Câmara de Vereadores sobre os motivos para que houvesse a rejeição – segundo a nota, o vereador teria apresentado, em 2018, os documentos fora do prazo; no ano passado, a votação não atingiu a quantidade necessária. O politico também fez críticas à direção da Casa pela conduta adotada pela assessoria de imprensa no caso. 

    Veja a sessão transmitida pela Câmara de Vereadores de São José: 

    Segundo a coluna de Anderson Silva, os contrários à homenagem alegam que há uma denúncia no Tribunal de Contas do Estado (TCE) envolvendo o presidente do Observatório Social. 

    No vídeo completo da sessão ordinária, disponível no site da Câmara Municipal de São José, é possível ouvir de fundo Antônio Lemos tentando falar enquanto Sanderson de Jesus tem a palavra. Quando a vereadora Cristina de Sousa (PRB) teria sua vez na tribuna, Sanderson joga um telefone celular em frente à mesa diretora do Legislativo Municipal. Então, a confusão entre os dois vereadores começou, o que levou a sessão ser suspensa por Schlemper. 

    Veja o vídeo que registrou a confusão e ganhou as redes sociais:   

    Já a sessão solene para conceder o título de cidadão honorário a 18 personalidades ocorre nesta terça-feira (19), às 19h, na Câmara de Vereadores de São José, dentro das comemorações do aniversário da cidade. 

    CBN Diário