Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 22/06/2018 8h37

    Entrada de Fagner pode melhorar a Seleção, avaliam comentaristas

    Foto: Lucas Figueiredo /CBF

    A surpresa do final da tarde desta quinta-feira (já noite na Rússia) foi a notícia da lesão muscular no quadril que afasta o lateral-direito Danilo do jogo do Brasil contra a Costa Rica, nesta sexta-feira,e m São Petesburgo. A entrada de Fagner, embora casual, pode ser uma boa notícia, na avaliação dos comentaristas da CBN Diário.

    Rodrigo Faraco, que já cogitava a mudança em sua coluna desta quinta-feira, sem suspeitar que o titular seria vetado: "Danilo é mais jogador que Fagner, só que a escolha de um titular não passa apenas por este julgamento. A Seleção estava acostumada a jogar com Daniel Alves armando pela direita, entrando como um meia, como Marcelo faz na esquerda. Danilo, o atual titular, não faz isso. Fágner tem essa característica. É uma lateral que fecha no meio e trabalha a bola, podendo ajudar bastante a tornar a Seleção mais forte pelo lado dele também. Danilo é força. É marcação e passagem para a linha de fundo. Não é lateral de criação. Fágner pode ser, como Daniel Alves é e fazia na Seleção", escreveu Faraco.

    Questões táticas também levam Chico Lins a acreditar que o acaso possa ter ajudado Tite. Para ele, Fagner conhece o sistema de jogo do técnico melhor do que Danilo e sua entrada  pode melhorar a Seleção.

    - Acredito que Fagner seria titular, o substituto de Daniel Alves, se não fosse a lesão antes da Copa - avalia Chico. 

    O comentarista destaca que Danilo esteve tímido no jogo contra a Suíça. Acostumado com o esquema adotado de Tite, Fagner pode chegar com mais qualidade, aposta.

    O narrador Paulo Branchi entende que, individualmente, a diferença técnica é pequena, mas que Fagner tem características mais próximas de Daniel Alves.

    - Lateral que gosta de fechar para armar o jogo na intermediária de ataque - pontua.

    Já o narrador Salles Júnior está mais cético:

    - Não deve mudar quase nada o Danilo não desempenhou bem, o Fagner não é jogador com futebol para a Seleção. Mudará muito pouco.

    CBN Diário