Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 16/03/2017 15h14

    Enfim, Florianópolis terá um novo aeroporto com gestão de referência

    Vencedora do leilão, a Zürich já atua em diversos aeroportos do mundo

    É com alívio e entusiasmo que Santa Catarina recebe o resultado do leilão de concessão dos aeroportos no final da manhã de hoje: o terminal da Capital, o Hercílio Luz, foi arrematado pela renomada companhia suíça Aeroporto de Zurich SA (Flughafen Zürich AG), uma das melhores do mundo. Semanas antes, havia informações de bastidores de que não haveria interessados, por isso a disputa final do leilão pelo terminal catarinense entre a francesa Vinci e a Zürich, com 10 lances, surpreendeu. Isso mostra a força e o potencial da economia catarinense, tanto no turismo quanto nas demais áreas.  

    A companhia suíça arrematou com oferta de R$ 83,333 milhões e ágio de 58%. A Zürich administra o aeroporto de Zurique, que recebe mais de 20 milhões de passageiros por ano e, com freqüência, está na lista do prêmio World Travel como um dos melhores da Europa. A companhia também integra o consórcio que faz a gestão do terminal Confins, de Belo Horizonte e administra os aeroportos de Bogotá, na Colômbia, de Bangalore, na Índia, mais três terminais no Chile e quatro de Honduras. No caso de BH, o consórcio inaugurou em dezembro último o novo terminal de passageiros. A entrega foi apenas alguns meses após o prazo definido por ocasião do leilão, em 2013. 

    Agora, o novo terminal de Florianópolis terá um prazo para ser efetivamente construído e finalizado. A promessa da Infraero era para 2008, mas não teve dinheiro. Enfim, em alguns anos os catarinenses não terão mais que ficar explicando as razões pelas quais o Estado não tem um terminal à altura da sua economia e da sua gente.  

    Diário Catarinense