Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 16/10/2017 10h25

    Em menos de 48 horas, seis pessoas são assassinadas na Grande Florianópolis

    Foto: Reprodução /Reprodução

    Em um período inferior a 48 horas, ao menos seis pessoas foram assassinadas na Grande Florianópolis – a maioria delas em Palhoça. 

    Na cidade, na sexta-feira (13) à tarde, câmeras de segurança flagraram uma ação de bandidos em uma loja de materiais de construção. Segundo a Polícia Militar, quatro assaltantes chegaram armados e renderam as pessoas no estabelecimento. Eles levaram dinheiro do caixa e fugiram. 

    Depois, os criminosos foram cercados pelo Bope em uma área de mata, onde houve um confronto. Um adolescente de 15 anos e um jovem de 22 foram mortos. Eles tinham passagens pela polícia. Outros dois suspeitos são procurados. 

    Também na sexta-feira, um homem morreu após ser atingido por quatro tiros - três no tronco e um na testa - no bairro Pantanal, em Florianópolis. Segundo a Polícia Civil, testemunhas relataram que a vítima era perseguida por alguns homens.

    Durante a madrugada de sábado (14), um homem foi encontrado morto a tiros em uma via pública no bairro Brejaru, em Palhoça. No início da tarde, na Guarda do Cubatão, duas pessoas em uma moto dispararam contra um veículo, segundo a Polícia Militar. Um homem que estava no banco do carona morreu. A Polícia mantém buscas por suspeitos.

    Na noite de sábado (14), um homem foi morto a pedradas em Florianópolis. O caso ocorreu em Canasvieiras, no Norte da Ilha. Segundo a Polícia Militar, testemunhas viram dois homens agredindo a vítima. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da capital. A hipótese mais forte é de que a morte tenha sido um acerto de contas. As buscas seguem pelos suspeitos.

    *Com apoio do G1 SC e do Diário Catarinense

    CBN Diário