Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 27/09/2017 11h04

    Defensoria Pública da União aguarda por secretário de Saúde em reunião nesta quarta-feira

    Na semana passada, titular da pasta não compareceu em audiência para discutir situação do setor no Estado

    A Justiça Federal solicita a presença de representantes da Secretaria da Saúde e da Fazenda do Estado a fim de discutir soluções para a crise na saúde. A reunião acontece às 14h, em Florianópolis.  

    Na audiência realizada na semana passada para debater o assunto, o secretário da Saúde Vicente Caropreso não compareceu e, segundo a Defensoria Pública da União (DPU), não foi dada justificativa para a ausência. 

    Segundo o defensor público federal João Panitz, uma representante foi enviada pela Secretaria de Saúde, mas não foi possível ter grandes avanços para resolver os problemas, que ele considera "gravíssimos". 

    — Há um levantamento que (aponta que) cada licitação que o Estado deixa de fazer para a compra de medicação, entregando o dinheiro para os cidadãos fazerem diretamente a compra na farmácia da esquina, o Estado deixa de economizar entre 30 e 35% — disse João Panitz, em entrevista à Rádio CBN Diário. 

    Ainda de acordo com o defensor público federal em Santa Catarina, ações civis públicas podem forçar o gestor público a remanejar recursos de áreas "menos prioritárias" para investir em saúde. 

    — A gente vê que, em outras áreas, o dinheiro existe. Na visão da Defensoria Pública, há um problema de gestão. O Estado tem que direcionar recursos prioritários a essa área da saúde, que é fundamental — comentou Panitz.

    CBN Diário