Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 10/05/2019 15h03

    Decepcionado, Fernandes anuncia saída do Figueirense

    Foto: Mateus Boaventura /CBN Diário

    Fernandes está fora do Figueirense. Alegando não acreditar mais no projeto, o ídolo anunciou sua saída do cargo de gerente de futebol em entrevista no final da manhã desta sexta-feira.

    — Espero que essa decisão sirva de alerta, principalmente para o Conselho, que aprovou esse contrato. Da forma que está acontecendo, minha preocupação é muito grande de como estará nosso querido Figueirense em 2021, o ano do centenário.

    Fernandes voltou ao Figueirense como dirigente em 2017, logo após a nova gestão assumir o clube, cinco anos após deixar o Orlando Scarpelli chorando ao ser dispensado, ainda como jogador, no dia 20 de novembro de 2012. No entanto, o que era esperança de uma administração profissional, para ele, virou decepção: 

    — Cheguei em 2017 acreditando que esse projeto poderia melhorar a situação do clube, que já vivia um momento financeiro muito difícil, por culpa da administração irresponsável desde 2012. As coisas foram piorando a cada ano. É um sonho de toda torcida ver um Figueirense forte. Isso passa pela estrutura, pelo pagamento em dia com seus funcionários que se dedicam arduamente todo dia, são bons profissionais, identificados, gostam muito do clube, e desde minha volta em 2017 vi esses funcionários sofrendo — desabafou.

    O ídolo lembrou que a parceria foi aprovada em 2017 como esperança de o clube sanear as dívidas e conquistar títulos. 

    — Nesses dois anos, desde que voltei ao clube, não estou vendo isso. A dívida vem aumentando. Tem funcionários que ainda não receberam alguns salários de 2017 e 2018. Este ano está em dia, mas muitos foram demitidos e não conseguiram receber nada.

    Ouça o comunicado de Fernandes:

    CBN Diário