Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 26/06/2017 18h14

    Conversas Cruzadas debate modelo de gestão do Samu em SC

    Programa é nesta terça-feira (27), às 14h, com apresentação de Renato Igor

    Foto: Rafaela Martins /Agencia RBS

    Uma pequena nota com seis linhas, divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde na sexta-feira à tarde, passou quase despercebida, mas trata sobre mudanças estruturais numa das áreas mais importantes para os catarinenses: o atendimento emergencial oferecido pelo Samu. O texto informa que um novo modelo está sendo estruturado em parceria entre o Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria da Fazenda e da própria Saúde. Um tenente-coronel do CBM será nomeado como gestor da área. Também ficam suspensas as modificações anunciadas recentemente, como a redução de oito para quatro das centrais de regulação de atendimento do Samu.

    O contrato com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), organização social responsável pela gestão do serviço no Estado, venceu na última semana. O Centro Administrativo pretende reduzir o valor mensal do atual contrato com a OS de R$ 9 milhões para R$ 7 milhões e renovar por apenas seis meses. Atualmente, o repasse mensal para a organização gira em torno de R$ 18 milhões, incluindo-se o Samu e os hospitais Florianópolis e de Araranguá. 

    Este é o tema do Conversas Cruzadas desta terça-feira (27), às 14h. Ouça nos 740 AM, aplicativos, aqui no site e no facebook.com/cbn740am. Participe pelo WhatsApp: (48) 99181-3800.

    Diário Catarinense