Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 13/09/2017 17h27

    "Com condenação de Lula, candidaturas de Bolsonaro e Dória não terão sucesso", avalia Roberto Jefferson

    Segundo o presidente nacional do PTB, condenação de Lula no TRF-4 deixará os candidatos 'antiLula' sem discurso

    Ex-deputado federal foi entrevistado no Conversas Cruzadas desta quarta-feira (13)

    Foto: Mateus Boaventura /CBN Diário

    Faltando pouco mais de um ano para as eleições presidenciais de 2018, as especulações sobre as candidaturas majoritárias aumentam. De acordo com o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, o próximo presidente do Brasil será "ou da centro-esquerda ou centro-direita" e terá um perfil conciliador.

    O nome preferido do ex-deputado federal e que provavelmente terá o apoio do PTB, como disse Jefferson, é do atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). "A candidatura do ano que vem vai vir do centro, centro-esquerda ou centro-direita, de um homem moderado, experiente, limpo, que irá agregar o país. Pra mim, esse homem é o Alckmin", avaliou, em participação no programa Conversas Cruzadas desta quarta-feira (13).

    Jefferson, que ficou conhecido por delatar o esquema do Mensalão, disse confiar na condenação na segunda instância do ex-presidente Lula no caso Triplex, no Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF-4). "O Lula não será candidato, ele já foi condenado a nove anos de prisão e a confissão do Palocci também o prejudica. As provas que eram até então indiciárias foram confirmadas pelo seu ex-ministro da fazenda."

    Ele ainda acrescentou que, sem a candidatura de Lula, as campanhas de Dória e Bolsonaro não fariam sentido. "Se o Lula não tiver a candidatura viabilizada, os dois cotados que são 'antiLula' deixam de ter razão de existir, vão ficar do tamanho de uma pulga, não têm discurso".

    O presidente do PTB ainda se mostrou preocupado com as candidaturas mais voltadas às extremidades do espectro político. "Se o país cair no 'conto do vigário' de eleger um candidato da extrema-esquerda ou extrema-direta vamos ter um banho de sangue no país", comentou.

    Confira o Conversas Cruzadas desta terça-feira, com participação de Roberto Jefferson:

    CBN Diário