Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 14/01/2019 10h02

    Cinco pessoas morrem afogadas em SC no final de semana

    Foto: Corpo de Bombeiros /Divulgação

    O fim de semana marcado por pelo menos cinco mortes por afogamento em Santa Catarina. Um dos casos aconteceu em Meleiro, no Sul do estado. Daniela Angélica Laurindo, de 23 anos, foi tentar salvar o próprio filho, que estava se afogando após tentar pegar a vara de pesca que caiu no rio.

    O pai pulou na água e conseguiu resgatar a criança, mas a mulher não conseguiu sair da água. O Corpo de Bombeiros de Turvo foi acionado no final da tarde deste domingo (13), e uma hora depois, o corpo foi encontrado a cerca de dois quilômetros do local onde estava a família. A criança foi encaminhada para o hospital. 

    Também no Sul de Santa Catarina, um homem de 44 anos morreu afogado na Praia do Paraíso, em Jaguaruna. A vítima chegou a ser resgatada pelos salva-vidas. Bombeiros fizeram massagem cardíaca, mas sem sucesso. Testemunhas alegam que o homem estava com uma prancha de stand up, mas não souberam dizer o que causou o afogamento. 

    Ainda no domingo, um jovem de 18 anos morreu afogado em uma lagoa em Canelinha, na Grande Florianópolis, no período da tarde. Segundo o Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros, a vítima teria tentado nadar até uma pequena ilha, em uma lagoa abandonada de extração de areia. Porém, no meio do trajeto, tentou retornar e acabou se afogando. Quando chegaram ao local, os bombeiros e o Samu não tinham mais como fazer a reanimação. 

    Em outro caso, o Corpo de Bombeiros encontrou neste domingo em Ituporanga, no Vale do Itajaí, o corpo de um homem de 43 anos que estava desaparecido desde a tarde de sábado (12). Ele havia pulado de uma ponte para mergulhar no Rio Itajaí do Sul e não foi mais visto. Segundo vizinhos, a vítima morava perto do local onde ele costumava pular da ponte para mergulhar. A chuva registrada na noite de sábado aumentou a correnteza do rio e dificultou o trabalho dos socorristas. 

    Já no sábado, um homem de 52 anos morreu afogado na Praia de Bombas, em Bombinhas. Segundo os bombeiros, ele estava com os dois filhos adolescentes, de 14 e 16 anos. Os três foram arrastados por uma corrente de retorno, isso antes do início do trabalho dos guarda-vidas no local. Quando eles chegaram, conseguiram resgatar as vítimas. Mas o pai dos adolescentes estava em grau 6 de afogamento (quando há parada cardiorrespiratória) e não sobreviveu. A vítima era moradora de Tijucas.

    CBN Diário