Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 12/10/2017 0h24

    Chapecoense sai na frente, mas leva virada do Botafogo nos acréscimos

    Gol da vitória do time carioca foi marcado aos 49 minutos do segundo tempo

    Apodi marcou o gol da Chapecoense, que cedeu a virada para o Botafogo

    Foto: Botafogo /Divulgação

    Aos 49 minutos do segundo tempo, a Chapecoense tomou a virada do Botafogo na noite desta quarta-feira, no Rio de Janeiro. O time catarinense saiu na frente com um gol de Apodi, mas não conseguiu segurar o resultado e perdeu por 2 a 1. Com isso, fica com 32 pontos e pode se aproximar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O técnico interino Emerson Cris também perdeu a invencibilidade no nacional.

    O time catarinense começou bem a partida e logo a dois minutos teve uma chance de marcar, num cruzamento para a área, que Wellington Paulista cabeceou e Gatito Fernandez, bem colocado, fez a defesa.

    E foi só o que a Chapecoense produziu no ataque na primeira etapa. O Botafogo teve maior volume de jogo mas criou poucas chances de gol. O time carioca insistiu nos lançamentos de bola para a área que deram pouco resultado.  A única chance clara foi numa saída errada de Jandrei, que Bruno Silva mandou para fora. Brenner também teve uma boa finalização mas a arbitragem marcou impedimento.

    No segundo tempo o time da casa voltou pressionando, mas sem levar muito perigo. A Chapecoense foi ao ataque e, quando chegou, foi mais eficiente. Túlio de Melo recebeu na área, foi até a linha de fundo e cruzou para Apodi, de cabeça, abrir o placar.

    Após o gol, o Botafogo foi em busca do gol do empate. João Paulo arriscou de fora da área e a bola passou perto do gol de Jandrei. Depois João Paulo cobrou falta, Joel Carli escorou de cabeça e Brenner empatou a partida, aos 21 minutos do segundo tempo.

    Depois disso o jogo se concentrou no meio campo, com as defesas levando vantagem sobre os atacantes. Mas, no final da partida, Jandrei fez a defesa mas a bola sobrou para um jogador do Botafogo que cruzou para Vinícius Tanque marcar, aos 49 minutos.

    — Vacilamos, agora vamos em busca da vitória contra o Flamengo — disse o volante Moisés Ribeiro, sobre a derrota.

    No próximo domingo, a Chape enfrenta o Flamengo, às 17h, na Arena Condá.

    Ficha técnica

    Botafogo-2: Gatito Fernandez, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Bruno Silva, João Paulo, Rodrigo Lindoso e Matheus Fernandes (Marcos Vinícius); Brenner (Vinícius Tanque) e Guilherme (Rodrigo Pimpão). Técnico: Jair Ventura.
    Chapecoense-1: Jandrei, Apodi, Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro (Elicarlos), Lucas Mineiro, Canteros e Alan Ruschel (Penilla); Túlio de Melo e Wellington Paulista. Técnico: Emerson Cris.
    Gols: Apodi (C), aos 14 minutos do segundo tempo, Brenner (B), aos 21 minutos e Vinícius Tanque (B),a os 49 da etapa final.
    Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por José Eduardo Calza e Maurício Coelho Silva Penna.
    Cartões amarelos: Matheus Fernandes (B); Apodi, Grolli e Moisés Ribeiro (C)
    Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.
    Público: 7.613
    Renda: R$ 106.390,00

    Diário Catarinense