Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 13/09/2017 14h53

    Casan notifica empresa por suspeita de despejo irregular em rede de esgoto no Norte da Ilha

    Homem que seria o responsável por desentupidora alega que vendeu os caminhões; Fatma também foi comunicada do caso

    Galeria de imagens

    A Casan investiga a suspeita de um caminhão limpa fossa, que teria feito despejo irregular na rede pública de esgoto na Cachoeira do Bom Jesus, em Florianópolis. Segundo a assessoria da companhia, a empresa está sendo notificada para dar esclarecimentos. A Fundação de Meio Ambiente do Estado (Fatma) também já foi informada sobre a denúncia. 

    De acordo com testemunhas, o caso aconteceu no último sábado (09). Um vídeo enviado à reportagem da CBN Diário mostra um caminhão despejando dejetos em uma caixa de inspeção na rua Otacílio Costa. Uma nota enviada pela Casan - após tomar conhecimento do caso pela reportagem - informa que o despejo, nestes casos, deve ser feito "na Estação de Tratamento apta para receber este tipo de material".

    Veja o vídeo com a denúncia:

    Em consulta na internet, o endereço da desentupidora é na Rua Papaquara, na Vargem Pequena, também no Norte da Ilha. Em contato com a empresa, na manhã desta quarta-feira (13), uma pessoa que se identificou como Mariano alegou que os dois caminhões da empresa foram vendidos. 

    O site da empresa, antes da reportagem entrar em contato, funcionava normalmente, anunciando que "há duas décadas atuando em toda Grande Florianópolis, a Desentupidora Fossão oferece soluções para coleta, transporte e destinação de esgotos e rejeitos de origem doméstica, com destino final em estação de tratamento operada pela Casan".

    Ainda de acordo com as informações no site antes de ele ser desativado, a desentupidora declarava que possuía licença de operação ambiental expedida pela Fatma (alvará nº 16034). No vídeo, o número da licença que aparece na porta do caminhão (LAO nº 10285/2013) é o mesmo que constava na página da empresa na internet. 

    No site Reclame Aqui, usado para fazer denúncias de serviços mal ou não executados, uma pessoa disse que, em janeiro deste ano, contratou a empresa para desentupir um vaso sanitário, mas não o trabalho não foi feito - na página, inclusive, o contratante informou que Mariano era o responsável pela empresa. 

    Confira a nota divulgada pela Casan, após analisar o vídeo enviado pela CBN Diário:

    "A Casan recebeu este vídeo no final da tarde do dia 11/09 e registrará Boletim de Ocorrência. Aparentemente, trata-se de despejo irregular de esgoto e demais elementos em Caixa de Inspeção da rede pública de esgotamento sanitário do Norte da Ilha de Santa Catarina. A Companhia está notificando a empresa e pedindo esclarecimentos de o porquê o veículo não fez o devido despejo na Estação de Tratamento apta a receber este tipo de material. A Casan também repassou o vídeo à Fatma, pois a Fundação do Meio Ambiente tem poder de multa e reavaliação da licença da empresa responsável pela ilicitude."

    *Colaborou Rafael Thomé, do Hora de Santa Catarina 

    CBN Diário
     
    Comentários