Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 01/01/2019 19h25

    Carlos Moisés faz apelo aos parlamentares: "Santa Catarina em primeiro lugar"

    Galeria de imagens

    Carlos Moisés da Silva está empossado como governador de Santa Catarina. A cerimônia, rápida como era previsto, aconteceu na tarde desta terça-feira no plenário da Assembleia Legislativa.

    Em seu primeiro discurso, logo após assinar o termo de posse, Carlos Moisés destacou que "ações valem muito mais do que palavras". E citou que o apoio recebido nas urnas agora é cobrança:

    — Tenho saído pouco, e nas ruas o que mais escuto é: "votei no senhor", com o dedinho levantado.... 

    O governador prometeu "fazer mais com menos" e "entregar serviços na qualidade esperada pela população". 

    — A partir de agora, à frente de cada área estão os técnicos especialistas, que tinham suas vozes muitas vezes sufocadas e agora estão sendo ouvidas. Nos últimos dias vimos o brilho nos olhos dos servidores públicos. O recado do eleitor se materializou nas urnas na nossa vitória, que culminará com nova forma de governar o Estado.

    Moisés citou os desafios de equacionar a previdência e fazer a receita crescer sem aumentar tributos. E fez um apelo aos parlamentares para "deixar de lado as disputas políticas e busca de projeção pessoal":

    — Convido todos a servir um só propósito: colocar Santa Catarina em primeiro lugar. Tenho certeza de que serei atendido.

    Em discurso de despedida, Eduardo Pinho Moreira destacou a prioridade às finanças, saúde e educação em 10 meses e meio de mandato. Garantiu ter diminuído o déficit para R$ 500 milhões.

    — Para comprar remédios, deixei de tapar buracos porque escolhi prioridades — justificou Pinho Moreira.

    O ex-governador disse estar confiante de entregar o Estado em boas mãos.  

    Antes de tomar posse, o governador eleito Carlos Moisés da Silva e a vice Daniela Reinehr participaram de um culto ecumênico na Catedral de Florianópolis. A cerimônia começou às 14h30 e durou 45 minutos. O arcebispo da Capital, Dom Wilson, celebrou o culto acompanhado de uma pastora de Tubarão, cidade onde Moisés fez carreira, e um pastor de Maravilha, município da origem da vice-governadora.

    A cerimônia na Alesc durou cerca de 45 minutos. Em seguida, Carlos Moisés foi cumprimentado por mais de uma hora. Só perto das 18h deixou o Palácio Barriga Verde e recebeu um banho de mangueira, rito comum em formaturas e celebrações no Corpo de Bombeiros, onde fez carreira.

    Ouça a posse na íntegra:

    CBN Diário