Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 05/02/2018 17h43

    Bombeiros usam helicóptero para atender mulher após queimadura de água-viva

    Ela passou mal e corria o risco de ter uma parada respiratória após forte reação à lesão sofrida na praia da Cachoeira do Bom Jesus

    Foto: CBM 193 /Divulgação

    Uma mulher de 60 anos teve forte reação corporal após sofrer uma lesão causada por água-viva na praia da Cachoeira do Bom Jesus, em Florianópolis, nesta segunda-feira. Ela tomava banho de mar com a família, que é de São Pedro de Alcântara, quando sentiu a queimadura e começou a passar mal. Como não havia viaturas disponíveis e a situação era crítica, os Bombeiros utilizaram o helicóptero Arcanjo para realizar o atendimento de forma rápida. Ela foi medicada na praia até estabilizar e, então, encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Canasvieiras.

    — A gente foi atender esse caso porque se desenhava para uma situação mais grave, que poderia chegar a uma parada respiratória da vítima. Porém, conseguimos estabilizá-la e encaminhar para o atendimento médio — explica o tenente Leandro Flores Emmanuelli.

    Segundo relatório disponibilizado pelo Corpo de Bombeiros, em Florianópolis já foram registrados 13 mil casos de lesões causadas por águas-vivas entre 1º de outubro de 2017 e o início de fevereiro de 2018. Entretanto, ainda não havia nenhuma ocorrência registrada na Cachoeira do Bom Jesus.

    O que fazer após a queimadura

    — Aplicar vinagre é uma das soluções, já que neutraliza as células com veneno presentes nos tentáculos e, além disso, pode ajudar contra a dor.
    — Caso a praia não disponha de guarda-vidas, a orientação é lavar o local com água salgada de forma abundante. Ao chegar em casa cobrir a área afetada com vinagre sobre um tecido.
    — O contato com algo gelado também alivia a dor. O gelo é recomendável, mas deve estar envolto em um saco plástico, pois a água doce ajuda a liberar mais toxinas.
    — Caso o ferimento continue doendo, o uso de creme com cânfora ou outro refrescante ajuda.
    — Se formar bolhas, o que é raro, podem ser usados medicamentos e pomadas específicos.
    — Em casos de náuseas, febre, vômito ou mal-estar, procure o posto de saúde.

    O que não fazer

    — Esfregar a área atingida
    — Passar areia, protetor solar, refrigerante ou outras substâncias
    — Raspar a área
    — Lavar com água doce logo após o contato.

    Diário Catarinense