Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 25/11/2018 9h12

    Audiência sobre o transporte por aplicativo leva dezenas de participantes à Câmara de Florianópolis

    Foto: Juliana Gomes /CBN Diário

    Pouco antes das 14h, a frente da Câmara de Vereadores de Florianópolis estava repleta de motoristas interessados em participar da audiência pública marcada para as 14h30. O tema do evento é a regulamentação dos aplicativos de transporte na Capital.

    O governo federal sancionou em março a lei que deixa a cargo de cada município decidir como fará a regulamentação. Alexandre Paiva, que representa os motoristas por aplicativo entende que a proposta da prefeitura limita a atuação deste transporte e deve encarecer o serviço.

    — Como está o projeto, vai tirar de muita gente o direito de trabalhar.  Nossos clientes não tem do que reclamar hoje em dia — afirmou.
    Para o presidente da União Beneficente dos Choferes, que representa os taxistas, o transporte por aplicativo precisa ser legalizado.

    — Não sou contra o Uber, só acho que precisam pagar as mesmas taxas que nós, para terem os mesmos direitos — declarou.

    O presidente do sindicato das transportadoras turísticas da Grande Florianópolis, Sandro Mauricio Silveira acha que a regulamentação deve favorecer a todos:

    — Sou pelo certo, acho que todos precisam trabalhar, mas precisam pagar as mesmas taxas e cumprir as mesmas normas de segurança.

    Em entrevista à CBN Diario nesta manhã, o vereador Gabrielzinho, do PSB, proponente da audiência, declarou que a iniciativa tem o propósito de aprimorar o projeto de regulamentação, de forma que possa favorecer todos os envolvidos.

    Nas galerias do plenário lotadas, os motoristas foram divididos: no térreo, os taxistas; no mezanino, motoristas por aplicativo.

    _

    CBN Diário