Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 18/04/2018 16h22

    Até servidores efetivos podem ser demitidos, alerta governador Pinho Moreira

    Se Estado não atingir o teto de 49% até agosto, terá de realizar mais cortes

    Foto: Betina Humeres /Diário Catarinense

    Demissões de servidores em estágio probatório e até mesmo efetivos podem ser os passos seguintes do corte de gastos, caso o governo do Estado não atinja o limite máximo de 49% dos gastos com folha de pagamento até agosto. O alerta é do governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), em entrevista ao Estúdio CBN Diário desta quarta-feira.

    Pela manhã, Moreira anunciou o corte de 239 cargos em comissão e renegociação de contratos. O Estado está 0,73% acima do teto de 49%. Agosto é o prazo legal. Moreira disse que não acredita na necessidade de mais cortes, pois aposta no crescimento da arrecadação.

    Ouça a entrevista do governador Eduardo Pinho Moreira

    CBN Diário