Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 04/12/2018 11h50

    Ataque cibernético pode ter comprometido emissão de notas fiscais em Florianópolis

    Desde ontem, contribuintes afirmam não conseguir emitir documento que garante remuneração de empreendedores e recolhimento de impostos ao erário

    Foto: Ronald Mendes /Agencia RBS

    Contribuintes de Florianópolis relatam não conseguir emitir notas fiscais pela plataforma digital mantida pela prefeitura da Capital. O problema, identificado desde as primeiras horas dessa segunda-feira, pode ter sido causado por um ataque cibernético internacional e a previsão dos técnicos é resolvê-lo até a tarde desta terça-feira.

    Um dos usuários do sistema afirmou que há uma "instabilidade" na plataforma. Desde ontem alternam-se os momentos em que o site não abre e os que é possível preencher todos os dados para a emissão do documento fiscal, que não é validado ao final do processo.

    - Já perdi muito tempo e não consegui emitir as notas no primeiro dia útil do mês. Alguns clientes exigem que enviemos a nota nessa data, caso contrário, só recebemos no outro ciclo - no caso, em Janeiro. No começo pensei ser um problema no meu computador, mas vi que outros colegas e empreendedores estavam com a mesma dificuldade - afirmou.

    Por meio da diretoria de Governo Digital, a prefeitura de Florianópolis afirmou que "está ciente do problema desde ontem" e "trabalha na solução da situação". Marcus Rocha, diretor da divisão, afirmou que é possível que a falha seja causada por um ataque cibernético, geralmente coordenado por hackers de fora do país e executado por "robôs".

    - Percebemos que o nosso banco de dados recebeu uma quantidade excessivamente grande de acessos, muito diferente do que acontece neste mesmo período em outros meses. Esse tipo de ação é típica de ataques cibernéticos, e faz com que o sistema "caia" por não conseguir atender a todas as demandas. Nossa suspeita é porque essa plataforma funciona há mais de um ano e nunca foi registrado um volume de acessos semelhante - disse.

    A previsão dos técnicos é que a falha seja corrigida ao longo da tarde de hoje e o sistema volte à normalidade.

    Ouça as entrevistas:

    CBN Diário