Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 16/01/2019 16h08

    Alerta sobre dengue, zika e chikungunya preocupa moradores de Florianópolis

    Boletim circula através de mensagens no telefone celular, porém Vigilância Epidemiológica diz que não há motivo para alarde

    Galeria de imagens

    Algumas pessoas ficaram preocupadas após receberam nos últimos dias, através de aplicativo de mensagem por smartphones, um boletim que alerta sobre risco de dengue, zika vírus e chikungunya. Este documento é do dia 11 de janeiro de 2019, e contém os logotipos da Secretaria de Saúde e da Vigilância em Saúde de Florianópolis. 

    A Vigilância Epidemiológica da capital já garantiu que o alerta é verdadeiro. Porém, ele é direcionado para profissionais da saúde do município, com orientações para monitoramento dos casos, e trata-se de um trabalho preventivo. Então, segundo o setor, não há motivo para alarde geral, mas as pessoas precisam se manter atentas no combate às doenças. O boletim, inclusive, está publicado no site do órgão

    O boletim ainda aponta que o número de focos do mosquito Aedes aegypti em SC em 2018 foi de 15.888 em 164 municípios - um aumento de 37,4%, em comparação a 2017. Em Florianópolis, que é um dos 74 municípios do estado considerados infestados, foram 551 focos registrados apesar de "longo período de inativação das armadilhas por questões operacionais", conforme a própria divulgação feita pela Vigilância Epidemiológica. 

    Ainda de acordo com o órgão municipal, nos primeiros dez dias deste ano, já foram 14 focos identificados do inseto na capital catarinense. A parte continental é a que gera mais preocupação, pois é uma região considerada infestada. O centro da cidade também requer atenção. 

     - A gente corre um risco maior com o número de pessoas que vêm ao estado - diz a gerente de Vigilância Epidemiológica de Florianópolis, Ana Cristina Vidor, sobre a circulação de turistas pela cidade durante o verão. 

    Ouça a entrevista completa, dada no Estúdio CBN Diário desta quarta-feira (16), com Renato Igor: 

    CBN Diário