Carregando...
 
       
     
     
     
     
    A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 27/01/2019 15h23

    Acusado de atropelar jornalista Roger Bittencourt na SC-401 será julgado em fevereiro

    Foto: Léo Cardoso /Agencia RBS

    O julgamento do motorista Gustavo Raupp Schardosim, acusado de atropelar e matar o jornalista Roger Bittencourt na SC-401, em Florianópolis, está marcado para o dia 7 de fevereiro. Segundo denúncia do Ministério Público, o condutor perdeu o controle do carro, invadiu o acostamento e atropelou Roger e outro ciclista – que sofreu ferimentos mas sobreviveu.

    O crime aconteceu na manhã do dia 27 de dezembro de 2015 no km 6 da rodovia, na Vargem Pequena, norte da Ilha de Santa Catarina.

    Segundo a denúncia, estava ao volante de uma Parati em visível estado de embriaguez. A polícia também teria encontrado maconha no interior do veículo do réu. O homem responderá por três crimes: homicídio, tentativa de homicídio e embriaguez ao volante.

    Roger Bittencourt tinha 49 anos e era vice-presidente da Associação Catarinense de Imprensa (ACI). Morava em Santa Catarina há 22 anos, onde atuou como professor dos Cursos de Jornalismo da Univali (Itajaí) e da Universidade Federal de Santa Catarina e foi Secretário de Estado de Comunicação. Trabalhou no Diário Catarinense e na então RBS TV.

    Praticante de esportes como corrida de aventura, maratona e triatlo, ele pedalava com um grupo de treino de cinco pessoas pelo acostamento da rodovia no sentido Bairro-Centro no momento da batida.

    O julgamento no próximo dia 7 será presidido pela juíza Mônica Bonelli Paulo Prazeres. O MP ainda não definiu seu representante, que terá companhia dos advogados André Mello Filho e Marcelo Luciano Vieira de Mello como assistentes de acusação. O advogado Alexandre José Biem Nieube atuará na defesa do réu.

    CBN Diário